Contato

herbertlagocastelobranco@gmail.com
Facebook Herbert Lago

terça-feira, 18 de março de 2014

EM COMITIVA VEREADORES FORAM CONVERSAR COM O GERENTE DO BANCO DO BRASIL.


Na manhã desta quinta-feira 13 de março, às 10h30min, uma comitiva de vereadores saiu de pé da Câmara Municipal em direção ao Banco do Brasil para conversar com o gerente da agência, quanto ao tratamento das pessoas, o péssimo atendimento interno e a falta de dinheiro nos caixas eletrônicos.
Estavam presentes os vereadores Nonato Baleco, Manin Lopes, Francisca Aguiar, Márcia Gomes, Eduardo Braga, Missicley Araújo, Irmão Carlos e Marcelo Menezes, onde foram recebidos pelo gerente da agência do Banco Sr. Elvis Kosemba.
O presidente da Câmara Nonato Baleco Disse ao gerente que os motivos que levaram a Câmara se manifestar foram às constantes denúncias e uma grande cobrança da sociedade, em especial dos clientes do bando, quanto ao mau atendimento do Banco do Brasil a falta de dinheiro nos caixas eletrônicos, causando transtornos e criando uma grande insatisfação no povo em geral.

 Os vereadores disseram que compreendiam a falta de funcionários e que não estaria imputando responsabilidade ao gerente, mas que a Câmara com esse gesto de ir até a agência era no sentido de contribuir para se chegar uma solução que melhorasse o abastecimento de dinheiro nos caixas eletrônico e o atendimento interno do banco.
O gerente Elvis Kosemba em sua exposição disse que diante dos constantes assaltos e arrombamentos de caixas eletrônicos, tem prejudicado na instalação de novos terminais e que o banco está revendo o conceito de disponibilidade, vai reduzir o horário de auto-atendimento, passado de 06h00min as 22h00min para 08h00min às 20h00min e informando ainda que, em 50 cidades do maranhão o banco vai acabar com o auto-atendimento nos fins de semana. Que está lutando para manter o horário de Chapadinha, inclusive nos fins de semana. Ressaltou que a agência do Banco do Brasil de Chapadinha tem uma boa estrutura, melhor que a dos outros bancos da cidade. Mesmo reconhecendo a falta de funcionários, destaca que a agência atende 70% da praça, sendo o principal agente financeiro da região. Mas que também reconhece que não tem estrutura para pagar todo mundo num mesmo dia. Que os caixas eletrônicos são abastecidos todos os dias, mas não é suficiente devido o aumento de clientes e que obedece aos limites de abastecimento dos caixas, que é feito somente em horário comercial. Caso contrário estaria frigindo a lei, o plano de segurança do Banco Central, além de seguir orientações hierárquicas do Conselho Diretor do Banco do Brasil, reafirmando que põe o máximo de dinheiro que o banco permite para cada praça, salientou ainda que, o uso continua das máquinas (caixas eletrônicos) também se danificam e muitas vezes param com dinheiro dentro, e com relação a falta de dinheiro no período de carnaval ele disse que os caixas foram abastecidos na sexta-feira de carnaval, mas que com os raios da chuva os equipamentos danificaram e pararam. Não querendo justificar, disse que isso acontece constantemente.

Por fim os vereadores perguntaram o que poderia ser feito de curto e médio prazo para uma melhoria efetiva nos problemas que vem causando revolta e insatisfação dos clientes e conseqüentemente da sociedade. O gerente Elvis Kosemba informou o projeto de expansão do Banco do Brasil, com a instalação de mais quatro postos avançados nas cidades de Mata Roma, Anapurus, Urbano Santo e São Benedito, que atualmente essa população vem sendo atendida em Chapadinha e com a inauguração desses postos afogaria mais a agência de Chapadinha. Além disso, estaria instalando mais dois caixas eletrônicos em Chapadinha. Um no Pinheirense e outro na UFMA.  A partir do dia 17 de março a agência de Chapadinha vai contar com mais um funcionário e que a agência estava na lista para substituição dos caixas eletrônicos.
Estão fazendo um trabalho de convencendo para os clientes aumentarem seus limites. Mesmo com todas estas ações, precisa do apoio da câmara, no sentido de pedir as instâncias superiores mais funcionários.
         Ao final, tanto os vereadores como o gerente chegaram ao entendimento de que será necessária uma reunião ampliada com outras instituições bancárias, loterias, prefeitura, câmara e empresários para juntos alinharem seus pagamentos e negócios para melhorar o atendimento.

Herbert Lago C. Branco
Poeta e Escritor