Contato

herbertlagocastelobranco@gmail.com
Facebook Herbert Lago

terça-feira, 26 de novembro de 2013

CARTA PARA PAPAI NOEL

         
                                                                     

Papai Noel,
Meu nome é Valdir,
Sou de uma família muito pobre,
Moro no baixo Parnaíba,
Região mais pobre de Maranhão,
Minha casa é de sapé,
Coberta de palha da palmeira,
Não tem geladeira,
Fogão a gás, televisão,
Nem luz elétrica.
É iluminada com lamparina,
 Também não tem água encanada,
Bebemos água barrenta de uma cacimba.
Sabe Papai Noel,
Meu pai é analfabeto,
Tá desempregado e é Alcoólatra,
 Todo dia fica bêbado com tiquira,
Dão pra ele no bar do seu Mundico.
Minha mãe é empregada doméstica,
Comemos os restos que sobram
Da casa onde ela cozinha.
Tenho mais três irmãos,
Valquíria, Valdemir e Valdemar.
Valquíria é prostituta no Rio,
Valdemir está preso em São Paulo,
Valdemar é usuário de crak
E mora nas ruas de Brasília.
Gosto muito de estudar,
Não quero pedir muita coisa não,
Sei que tem muitas crianças iguais a mim,
Só queria que os mensaleiros
Devolvesse o dinheiro que roubaram,
Compre tudo de presente Papai Noel,
E dê para todas as crianças pobres do Brasil.
E se você puder,
Eu queria ganhar de presente de natal,
Um caderno, um lápis
E uma sandália havaiana para ir à escola.
Feliz Natal Papai Noel!

Herbert Lago Castelo Branco
Poeta e Escritor

quarta-feira, 6 de novembro de 2013

POETA ZÉ DI RIBA FAZ VISITA À BIBLIOTECA ALTERNATIVA


Quem nos deu a honra de sua visita hoje, 06 de novembro, à Biblioteca Alternativa, foi o Chapadinhense, poeta e artista plástico Zé di Riba, que também é membro da Academia de Letras, Artes e Ciências de Chapadinha. 
Zé di Riba atualmente está residindo na cidade Alto Alegre do Pindaré – Ma, desenvolvendo seu trabalho cultural na Secretária de Ação Social. Ele veio a Chapadinha visitar a sua querida mãe, dona Rosa Elin, que se recupera de uma e está aproveitando também para rever amigos de infância.
Por ocasião de sua visita à Biblioteca Zé de Riba fez uma poesia dedicada ao nosso agonizante Rio Munin, Veja abaixo:

RIO MUNIN DOS MEUS ENCANTOS

Nas águas deste rio me encanta
As tuas riquezas naturais
O surubim e o piau
A crumatá e a piranha
O cará a branquinha e a piaba
A sucuri e o jacaré.

São riquezas deste rio de lágrimas
As aningas onde vivia o Martin pescador
Hoje não existem mais.

O pescador tira do rio o peixe para sobreviver
O rio pede socorro
Dê-me vida
Para que eu não morra.

O poeta também falou de seu próximo livro intitulado de MINHAS ANDANÇAS a ser publicado em dezembro na cidade de Alto Alegre. Que venha com suas andanças Zé di Riba! Como um faminto caminheiro viajante carregado de poemas de boa qualidade numa linguagem simples e encantadora.

Herbert Lago Castelo Branco
Poeta e Escritor




segunda-feira, 4 de novembro de 2013

BIBLIOTECA ALTERNATIVA INAUGURA NOVAS INSTALAÇÕES


Na última terça-feira (29) aconteceu a solenidade de inauguração das Novas instalações da Biblioteca Alternativa Herbert Lago castelo Branco.

A Banda marcial da escola Dr. Paulo Ramos fez uma belíssima apresentação de execução do hino de Chapadinha, encantando a todos os convidados.

A data para inauguração das novas instalações da Biblioteca foi escolhida, segundo o discurso do Patrono da Biblioteca Herbert Lago Castelo Branco, propositalmente por se tratar do dia em que a Real biblioteca portuguesa foi transferida para o Brasil em 1810.

Ainda segundo Herbet, a Biblioteca alternativa foi a forma encontrada para ajudar no desenvolvimento da nossa comunidade em especial dos nossos jovens, proporcionando-lhes o acesso aos livros e á cultura, ajudando a formar cidadãos com dignidade.

Durante a solenidade a biblioteca concedeu homenagem de incentivo ao pequeno Gabriel Sousa Rodrigues de apenas 09 anos, freqüentador da biblioteca alternativa, e que, só no ano de 2013 já leu 124 livros infantis e gibis, demonstrando grande interesse pela leitura.

Para Victor Hugo, que é Jornalista e ator profissional, a biblioteca alternativa é um trabalho feito com muito carinho por Herbert Castelo Branco, “é extremamente interessante, como é feito o trabalho do chapadinhense Herbert, pois sem apoio da prefeitura ou de outra instituição fomenta a leitura e ainda propõe outros projetos, e aumenta suas instalações para atender a demanda. A leitura melhora a vida das pessoas, e com apoio do povo, essa biblioteca só vem a contribuir”. 

A biblioteca Alternativa Herbert lago castelo Branco somente em 2010 contabilizou 72 leitores com carteirinha e emprestou 267 livros, em 2011 teve um aumento de 153 leitores com 436 livros emprestados, em 2012 teve um grande aumento de 514 leitores e 4.574 livros emprestados, já em 2013 foram ultrapassados 600 leitores e quase 8 mil livros emprestados, mostrando que valeu a pena acreditar nesse projeto, disse Herbert.

Leitora assídua, Maria José Lima Aguiar, parabenizou o excelente trabalho do escritor Herbert Lago Castelo Branco, que se assemelhava as idéias de sua falecida mãe, Ana Rodrigues de Lima, que também era escritora. “Esse trabalho é magnífico, se existisse há 10 ano atrás, já se teria mudado a mentalidade dos chapadinhenses, minha mãe tinha as mesmas idéias renovadoras de Herbert.”

“Ampliamos nosso ambiente físico, para deixar ha exposição dos leitores o maior número de livros possíveis do nosso acervo, temos em média mais de oito mil livros disponíveis para leitura. Lembrando que recebemos todos os tipos de livro, mas precisamos muito de livro de literatura especialmente infantis. E o nosso projeto é a implantação das bibliotecas itinerantes tanto na zona rural como na sede, e também temos a idéia de criar oficinas de corte e costura, artesanato e outros. Mas, o nosso maior projeto é a ampliação da biblioteca com um espaço para realização de múltiplas funções culturais”, enfatizou Herbert.A biblioteca Alternativa Herbert lago Castelo Branco, funciona de segunda a sexta-feira no horário das 8h às 12h e das 14h ás 17h.

Participaram da solenidade de reinauguração da biblioteca, freqüentadores, os vereadores Marcelo Meneses e Samuel Nistron e escritores.