Contato

herbertlagocastelobranco@gmail.com
Facebook Herbert Lago

quinta-feira, 27 de outubro de 2011

COMPETÊNCIA NÃO TEM PREÇO




Qual o efetivo papel do Estado ou Município no auxílio à sociedade da necessidade mais básica do ser humano, a saúde? Mais do que teses e dissertações acadêmicas, o assunto, naturalmente polêmico e com intenso teor de idiossincrasias, rende de intrigas políticas a bate-bocas em mesas de bar: Cabe os governantes, por exemplo, prover transporte para doentes ou pessoas com necessidades especiais, ou trabalhar na prevenção, principalmente dos mais pobres.
No entanto, frise-se: como não há estabelecimento de metas e o nível de cobrança administrativa costuma ser pouco enérgico, a burocracia municipal costuma ser lenta – às vezes, relapsa, como nos casos e fatos já acontecido na saúde pública de Chapadinha. Dessa forma, exige-se agora da gestão municipal e da sociedade uma fiscalização constante, rígida, com movimentações concretas, punitivas. Afinal, a falha médica ou no atendimento está ceifando vidas.
Além do mais, não se pode esquecer a má-fé, a incompetência, a desídia criminosa: segundo parecer técnico do Conselho Municipal de Saúde já publicado neste blog, as fraudes consomem os recursos destinados à saúde pública de Chapadinha.

Fotos: Blog do Vereador Marcelo Menezes












quinta-feira, 20 de outubro de 2011

NÃO PARECE IMPOSSÍVEL UMA 3ª VIA NA PRÓXIMA ELEIÇÃO PARA PREFEITO DE CHAPADINHA.




Enquanto alguns se encantam com as movimentações da Dra Doracy, achando que ela representa um “fato novo” relevante no jogo politico de Chapadinha, o sistema permanece onde sempre esteve e há mais de 20 anos não muda. Desde o fim da era Pontes de Aguiar a vida política de Chapadinha se bipolarizou. De um lado Magno (e seus satélites), de outro Isaías (também com seus fiéis seguidores orbitando ao seu redor). No restante, lideranças e partidos que avaliam com qual dos dois ficará o poder, a fim de decidir com quem estarão. Um dia será com um, amanhã será com o outro. Sem esquecer os extremistas, que será sempre contra os dois lado.
Essa bipolarização é tão sólida que, nem bem terminou o ano, já se discute qual será o candidato do lado do Magno e qual o do lado do Isaías que se enfrentarão nas eleições para prefeito em 2012, acreditando que a bipolarização atual chegará aos 30 anos.
Nas últimas eleições essa tendência se acentuou. Em 2008 Magno e Isaías dividiram os votos. Em 2010 Magno e Izamara também. Ou seja, a bipolarização está se consolidando.
Não parece impossível que na próxima eleição surjam terceiras e quartas vias, mas nada indica que as chances sejam altas. Qualquer um vê que a Dra Doracy, por exemplo, tem potencial para uma candidatura a prefeito de Chapadinha em 2012. Mas poucos apostariam nela. No máximo, pensa-se em seu nome como opção desejável para aqueles que não querem votar nem em Magno nem em Zazá e acreditam que a politica de Chapadinha vai mudar. (O Paradoxo desse cenário é que ele existe).
A estratégia do PT é clara: fazer o que estiver a seu alcance para eleger vereadores. Isso não significa que inexistam tensões e até conflitos. Mas a tendência da maioria dos petistas em manter independência em relação aos dois grupos políticos ainda é bastante presente.

segunda-feira, 17 de outubro de 2011

CHAPADINHENSE EDNEWTON VIANA RECEBERÁ TÍTULO DE CIDADÃO HONORÍFICO DE BRASÍLIA.







A Câmara Legislativa do Distrito Federal aprovou a outorga do título de CIDADÃO HONORÁRIO DE BRASÍLIA, ao Chapadinhense Ednewton Viana, com monção honrosa aos “CANTA BRASÍLIA”. Uma homenagem aos artistas do Distrito Federal os quais ajudou por 22 anos em seu programa e pelos seus 43 anos de trabalho em Brasília, cidade que ajudou a construir.
Ednewton Viana além de ser pós-graduado em políticas públicas é jornalista, redator, radialista. Foi repórter especial da TVE no Congresso Nacional e produtor cultural do Gugu Liberato, Erasmo Carlos, Tim Maia, entre outros artistas famosos. Um dos fundadores da Rádio Atividade de Brasília onde apresentou por 22 anos o programa 'CANTA BRASÍLIA”.
Atualmente Ednewton Viana está na Assessoria da Ministra Miriam Belchior do Ministrério do Planejamento.
A distinção honorífica será no dia 24 de outubro às 10 horas no auditório da Câmara Legislativa do Distrito Federal.
Parabéns a esse grande Chapadinhense que muito nos orgulha.

sexta-feira, 14 de outubro de 2011

PASSEATA TEVE INÍCIO EM FUNÇÃO DA MORTE DA ESTUDANTE ARKIANE






É comum dos governantes querer bloquear ou desqualificar as manifestações espontâneas da sociedade.
O problema é que os movimentos de massa são bons para criar estado de espírito. E é natural que os manifestantes procurem apartar-se de alinhamentos partidários. (uma boa estratégia). Já ensinava Muhammad Ali: Flutuar como um beija-flor e picar como uma abelha.
O máximo que os contramanifestantes conseguem é tentar azucrinar e ridicularizar pelos órgão de comunicações governistas e pelas redes sociais. Uma certa confissão de impotência e também de alguma perda de sensibilidade. E, episodicamente, de boçalidade.
A passeata teve início em função da morte precoce da estudante de letras Arkiane, por negligência médica é um direito legítimo e um anseio dos estudantes.
Está claro que há indignação popular com os descasos com a vida das pessoas. E por tabela com a péssima qualidade da saúde pública de Chapadinha.
Portanto, sejam bem-vindas às ruas. Afinal, só com soberania popular se constrói uma sociedade mais justa. O importante é que haja respeito às instituições estabelecidas.

quinta-feira, 13 de outubro de 2011

ARKIANE É MAIS UMA VÍTIMA DA INCOMPETÊNCIA MÉDICA

A FALÊNCIA DA SAÚDE PÚBLICA DE CHAPADINHA.


Já virou jargão falar da precariedade e falência da saúde pública de Chapadinha. Mas sorte daqueles que podem pagar por um plano de saúde nos dias de hoje. Pensamento mesquinho esse, nada comprometido com a realidade pública da saúde Chapadinhense. Contudo, basta um dia no HAPA – Hospital Antônio Pontes de Aguiar e Benú Mendes para perceber a falência dessas instituições. Chega a ser vergonhoso, se não fosse aviltante, a situação desses hospitais. O princípio da dignidade humana, igualdade insculpido no texto constitucional, torna-se letra morta, incapaz de sobreviver ao descaso adotado por seguidos governantes.
A morte da jovem estudante de Letras Arkiane de 19 anos por pura incompetência dos médicos, causou indignação na sociedade, e por isso está sendo organizado um protesto contra a situação precária da saúde pública de Chapadinha, a ser realizado amanhã, sexta feira dia 14. Vamos lá minha gente!




Foto: Chapadinhasite

sexta-feira, 7 de outubro de 2011

CHAPADINHA NÃO ATINGIU A META DE VACINAÇÃO CONTRA O SARAMPO E PODE PERDER CONVÊNIOS COM O GOVERNO DO ESTADO.




O município de Chapadinha está entre os 71 municípios do maranhão que não atingiu o índice de cobertura vacinal contra o sarampo estabelecido pelo Ministério da Saúde.
A campanha nacional teve início no dia 13 de agosto com o objetivo de imunizar no mínimo 95% das crianças do município entre 1 a 6 anos e o município de Chapadinha só atingiu 79,56%.
Em entrevista a governadora Roseana Sarney disse: “isso reflete a falta de cuidado dos gestores com as crianças, um descaso grave e que o governo não pode mais aceitar”. A governadora determinou o Secretário de Saúde Ricardo Murad, ação para que o estado deixe de firmar convênios com os municípios que não cumpriram com a obrigação de imunizar pelo menos 95% de suas crianças.
Embora a campanha de vacinação contra o sarampo tenha sido encerrada no último dia 30 de setembro, os municípios que não alcançaram a meta de cobertura têm até o próximo dia 14 de outubro para realizar o trabalho.

segunda-feira, 3 de outubro de 2011

ONTEM UMA CHAPADA, HOJE A CHAPADINHA, AMANHÃ SÓ CINZAS DOS PELLETS DE EUCALIPTOS.





A preservação da Chapada constitui grande preocupação e importância substantiva para a qualidade de vida dos Chapadinhenses. Ali estão minas que contribuem para o abastecimento da bacia hidrográfica dos riachos e até mesmo da barragem de Itamacaoca.
O protocolo de intenções assinado no dia 29 de setembro pela governadora Roseana Sarney com a Suzano para implantação de uma unidade industrial de produção de pellets de madeira no município de Chapadinha, para atender demanda crescente do mercado mundial. (A pesar de o empreendimento significar mais novos postos de trabalho para Chapadinha), é um projeto que pode causar um grande impacto, por se tratar de uma região ambientalmente sensível, berço de nascentes importantes para o fornecimento de água para a população de Chapadinha.
A mobilização da população exerce papel importante para frear ambições e prevenir abusos. Mas não é tarefa fácil. Passar de intenção a ato exige a colaboração de diferentes atores. A Câmara de Vereadores por exemplo precisa aprovar lei que assegure a preservação dos recursos hídricos, a paisagem, a estabilidade geológica, a biodiversidade, a fauna, a flora, os mananciais e as matas ciliares.
Os recursos hídricos exigem cuidados para manter o abastecimento da cidade. É preciso encontrar forma de conciliar interesses ecológicos e industriais. Em bom português: a conveniência da comunidade tem de merecer atenção especial. A vida das próximas gerações dependem de decisões tomada hoje.