Contato

herbertlagocastelobranco@gmail.com
Facebook Herbert Lago

quarta-feira, 25 de março de 2009

FELIZ ANIVERSÁRIO CHAPADINHA! MINHA TERRA, MEU LUGAR.




O meu amor por Chapadinha só faz crescer a cada dia. E no meu vôo diário ascendo aos céus, feito águia e vislumbro minha majestosa e altaneira Chapadinha, minha terra, meu lugar. As ruas de paralelepípedos, as praças, a igreja da padroeira Nossa Senhora das Dores, o povo alegre e hospitaleiro. Também vejo a vegetação nativa da chapada e as fontes em degradação.
Sem dúvida, esta não é a primeira declaração de amor que faço para Chapadinha, terra de Deus, cidade de Jesus Cristo, como sempre chamo. Mas não basta somente soltar foguetes e promover passeatas, precisamos ouvir os lamentos da Aldeia, do rio Munim, da Macaoca, do São Florêncio, e do Chororó, que sofrem silenciosamente com os abusos do homem, e unir forças para recuperá-los. Vamos fazer a nossa parte cuidando da natureza, pois, atualmente, toda a população sente na pele as mudanças climáticas que afetam todo o planeta. Ainda temos que caminhar muito nessa estrada do respeito, da preservação do solo e um urgente pensar ativo para o plantio de árvores, matas nativas, limpezas de águas poluídas e de educação ambiental.
Podemos canalizar todo esse potencial de energia e criatividade para fazer a nossa parte em cada quarteirão de nossa cidade. Por exemplo, coletando devidamente o lixo das casas e das ruas.
Também se faz necessário um cuidado especial com as crianças carentes, com os idosos desamparados e uma nova forma de educar e interagir dos seres humanos com a energia mais sutil da natureza, que também nos alimenta diariamente. Necessitamos ser fortes e criativos em projetos de respeito à biodiversidade com um desenvolvimento sustentável e melhor qualidade de vida para que todos os seus habitantes possam ouvir de novo o livre canto do sabiá.
Timidamente a cidade de Chapadinha e a população crescem, as casas antigas são demolidas para a construção de prédios modernos, ainda é pouco para uma cidade cujos filhos esbanjam talento, brilho e inteligência, para um povo que não teme o dia do amanhã. Precisamos de um museu, para que a nossa história não fique esquecida, mas seja conhecida e estudada pelas nossas crianças. E, se somos capazes, precisamos lutar também por um espaço cultural e por mais lazer para os nossos adolescentes, emprego para os nossos jovens, que, sem ter o que fazer, buscam no álcool e outros vícios uma diversão.
No dia 29 de março é o dia do seu aniversário. É tempo de comemorar os seus 71 anos. Mas também é tempo de lutar. É o momento de parabenizá-la, de falar da felicidade de ser Chapadinhense, mas também do sonho de vê-la cada vez maior, da vontade de fazê-la mais importante. Por isso é que tenho um espírito inquieto dentro de mim, que, cada ano que passa, fica mais inquieto ainda.
Um grande futuro está reservado para Chapadinha e torço para que os governantes sintam-se na obrigação de amar Chapadinha, assim como eu, como nós amamos.


Herbert Lago Castelo Branco
Poeta e Escritor

Nenhum comentário: