Contato

herbertlagocastelobranco@gmail.com
Facebook Herbert Lago

sexta-feira, 25 de novembro de 2011

OBRAS INACABADAS

PODERIA ESTAR SERVINDO UMA JUVENTUDE ETERNAMENTE EXPOSTA AO DESEMPREGO ÀS DROGAS E A AUSÊNCIA DE LAZER.

Muito oportuna a ideia do abraço no Ginásio de Esportes de Chapadinha. A velha mania dos governantes de ignorar a continuidade de obras de gestões anteriores prejudica não a eles, os representantes do poder, mas à própria população – essa cobiçada comunidade de eleitores que se vê refém, passadas as eleições, de privações que se repetem a cada período eleitoral, a cada ano, enquanto o resultado das promessas de campanha é varrido para debaixo do tapete do esquecimento e do descaso.
Em Chapadinha, o processo é o mesmo. O prefeito que assume chuta para o alto as obras do antecessor. Não importa se úteis ou de fachada, obras mal ou bem planejadas, que melhorem ou piorem a vida das pessoas. Um exemplo é o projeto de Ginásio de Esportes. Evidente e irônica prova de que as ruínas não necessariamente exibem o aspecto da destruição e os efeitos deletérios do tempo. Ele pode representar o novo, no sentido do inacabado, do esquecido, da mera exibição de um objeto que não representa mais do que a intenção de um gesto, que poderia estar servindo uma juventude eternamente exposta ao desemprego, às drogas e à ausência de lazer – houvessem sido construído pelo próprio governante que o relegou a segundo plano, ele poderia estar servindo à comunidade.
Foto: Blog do Alexandre Pinheiro

Nenhum comentário: