Contato

herbertlagocastelobranco@gmail.com
Facebook Herbert Lago

quinta-feira, 14 de junho de 2018

O ESCRITOR CHAPADINHENSE HERBERT LAGO LANÇA LIVRO EM PRAÇA PÚBLICA NUM SARAU CULTURAL.

Sec. de Cultura Ed Farma e esposa

O lançamento do 7º livro do poeta e escritor Herbert Lago Castelo Branco, intitulado de MATA ROMA: O Tântalo de Chapadinha, que conta a trajetória do maior expoente da literatura Chapadinhense, o professor, filósofo e poeta Mata Roma, na praça Coronel Luís Vieira, no Abrigo Central, num esplendoroso Sarau Cultural, em homenagem ao dia dos namorados 12 de junho, entrará para a história como um dos maiores lançamentos de livros já realizado em Chapadinha. Com a praça lotada, a noite de autógrafos foi um sucesso e nos permite parafrasear o famoso “nunca antes na história de Chapadinha” um lançamento de um livro em pleno Sarau Cultural alcançou tamanha repercussão.
O livro trata-se em outras palavras, da história de José Mata Roma, que foi também um marco mítico da literatura maranhense.. Um vaqueiro da Chapadinha que poderia tão bem esquivar-se dos espinhos das unhas de gato, mas que preferiu refugiar-se na ilha do amor, São Luís, onde começa, então, a sua verdadeira história.  
Praça Cel. Luis Vieira - Abrigo Central

A poetisa Zizete Cunha, que fez a apresentação do livro disse em seu comentário: “...Graças a Deus, a determinação e o interesse do escritor Herbert Lago Castelo Branco, que ama Chapadinha com a mesma tenacidade que Mata Roma amou, por fim, participar de algum trecho deste livro biográfico intitulado MATA ROMA: O Tântalo de Chapadinha, que, além de resgatar nossos valores culturais, retrata a vida e obra do nosso maior expoente, o eterno professo José Mata Roma que se destacava com simplicidade como um grande orador, poeta e mestre da língua portuguesa. E por isso, não tenho palavras e nem Inteligência que seja capaz de expressar o meu eterno sentimento para enaltecer tão importante peça literária, da qual dei a minha humilde contribuição.”
Aos que tiverem a sorte de ler a presente obra, atentem-se à maneira humana e carinhosa com que o biografado é apresentado e, acreditem, somente os que amam podem ter essa visão de alguém.

Nenhum comentário: