Contato

herbertlagocastelobranco@gmail.com
Facebook Herbert Lago

quinta-feira, 27 de dezembro de 2018

O PASSADO PASSARÁ, NA MEMÓRIA FICARÁ, A LEMBRANÇA DESSE DIA.


“Todo povo tem o governo que merece.” Isso já é um dito muito antigo. Tenho uma frase em um poema meu que diz: “...O passado passará, na memória ficará, a lembrança desse dia.” Todo governo tem fome por dinheiro e por isso sacrifica o povo e elevam as taxas de impostos.
Justamente num dia 29 de dezembro a ex-prefeita Belezinha também queria aprovar o Código Tributário de Chapadinha, que inclui taxas de iluminação pública, IPTU, ISS, Alvará e etc. Inclusive propondo a Câmara Municipal com pedido para realização de Sessão Extraordinária em caráter de urgência para aprovar o seu Código Tributário. Mas sem sucesso, - na ocasião a prefeita não governava com os vereadores e tinha a minoria na Câmara. E por isso, só por isso mesmo, o projeto de Lei não foi aprovado.
Além de não ter infraestrutura nas ruas, tratamento de esgotos, Chapadinha não tem iluminação pública a contento, as ruas estão esburacadas, e os vereadores achando bom demais esse presentão de fim de ano do prefeito Magno Bacelar para os Chapadinhenses, tiveram a coragem de aprovar o aumento de 75% na taxa de iluminação pública e etc. de forma urgente, sem audiências públicas, sem um debate com a sociedade.

Sou ciente de que não existe soluções mágicas para se administrar um município como Chapadinha. Até acho que a cobrança de impostos é necessária, mas também acho que deve acontecer de acordo com a realidade da população, com imprescindível transparência com os gastos públicos. Que a população saiba o quanto será arrecadado e onde esse dinheiro será aplicado. Mas algumas medidas sérias, como gestão eficiente e austeridade, são fundamentais para que haja mais equilíbrio nas contas do município.
Momentos depois de encerrada a sessão, houve manifestação em frente ao portão que dá acesso a garagem da Câmara. Manifestantes aplaudiam e exaltando os vereadores que votaram contra e vaiavam os que votaram a favor do projeto. Porque em Chapadinha é assim: ou termina “Bom demais” ou tudo “Beleza”.


Herbert Lago C. Branco
    Poeta e Escritor

Nenhum comentário: