Contato

herbertlagocastelobranco@gmail.com
Facebook Herbert Lago

quinta-feira, 20 de outubro de 2011

NÃO PARECE IMPOSSÍVEL UMA 3ª VIA NA PRÓXIMA ELEIÇÃO PARA PREFEITO DE CHAPADINHA.




Enquanto alguns se encantam com as movimentações da Dra Doracy, achando que ela representa um “fato novo” relevante no jogo politico de Chapadinha, o sistema permanece onde sempre esteve e há mais de 20 anos não muda. Desde o fim da era Pontes de Aguiar a vida política de Chapadinha se bipolarizou. De um lado Magno (e seus satélites), de outro Isaías (também com seus fiéis seguidores orbitando ao seu redor). No restante, lideranças e partidos que avaliam com qual dos dois ficará o poder, a fim de decidir com quem estarão. Um dia será com um, amanhã será com o outro. Sem esquecer os extremistas, que será sempre contra os dois lado.
Essa bipolarização é tão sólida que, nem bem terminou o ano, já se discute qual será o candidato do lado do Magno e qual o do lado do Isaías que se enfrentarão nas eleições para prefeito em 2012, acreditando que a bipolarização atual chegará aos 30 anos.
Nas últimas eleições essa tendência se acentuou. Em 2008 Magno e Isaías dividiram os votos. Em 2010 Magno e Izamara também. Ou seja, a bipolarização está se consolidando.
Não parece impossível que na próxima eleição surjam terceiras e quartas vias, mas nada indica que as chances sejam altas. Qualquer um vê que a Dra Doracy, por exemplo, tem potencial para uma candidatura a prefeito de Chapadinha em 2012. Mas poucos apostariam nela. No máximo, pensa-se em seu nome como opção desejável para aqueles que não querem votar nem em Magno nem em Zazá e acreditam que a politica de Chapadinha vai mudar. (O Paradoxo desse cenário é que ele existe).
A estratégia do PT é clara: fazer o que estiver a seu alcance para eleger vereadores. Isso não significa que inexistam tensões e até conflitos. Mas a tendência da maioria dos petistas em manter independência em relação aos dois grupos políticos ainda é bastante presente.

Nenhum comentário: